CHICÓRIA (Escarola ou Endívia)


ORIGEM  :  É nativa da Índia;  na Antiguidade, era usada por gregos e egípcios, que dela se utilizavam para preparar as poções para cura, o que já dá  uma ideia do seu poder medicinal, como veremos adiante.
TIPOS  :  Tal e qual a alface, com quem muito se parece, tem 2 tipos:  - lisa (também conhecida como “escarola”; - crespa.
MODO DE COMPRAR :
Ao comprar, assim como nas demais hortaliças idênticas, observe bem as folhas, que devem ser firmes, bem verdes, e sem marcas de insetos. As folhas amareladas, ou mesmo meio murchas, já estão velhas, e não são recomendáveis para o consumo. Antes de comprar, lembre-se de que não rende muito, quando refogada; em geral, são necessários dois maços para 4 pessoas.
MODO DE CONSERVAR: A chicória pode ser conservada até por 1 semana, se as folhas forem guardadas inteiras (sem arrancar os talos), acondicionadas na gaveta da geladeira, dentro de saco plástico. O ideal é consumir até, no máximo, 3 dias após a compra. Se quiser conservá-la por período maior, é conveniente congelar.
MODO DE CONSUMIR : Tem um sabor amargo, quando ingerida crua, daí ser conveniente refogar, cozinhar, de preferência, no vapor e temperar à vontade.
COMPOSIÇÃO : - Fibras;  - Beta-Caroteno (que, como já vimos, transforma-se em vitamina A); - Vitaminas do Complexo B (Riboflavina e Niacina);-  Proteínas; - Sais Minerais: - Sódio; - Potássio; - Fósforo; - Cálcio; - Silício; - Cloro;  - Ferro.
VALOR CALÓRICO  :  Em 100 gramas de Chicória crua são fornecidas 21 calorias.
INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS   : -  Eficaz no tratamento e prevenção de distúrbios da vesícula e do fígado;    -  Depurativa do sangue;  -  Estimula a digestão;  - Laxante suave;  - Depurativo dos rins; - Previne e auxilia no tratamento das hemorroidas.

Comentários